António

Conheci o António há muitos anos, era eu uma adolescente. O António era aluno da minha mãe e já há muito que ela me dizia que eu tinha de conhecer o aluno dela que gostava de mim. Quando o conheci, gostei imediatamente de ele. Tinha um sorriso ternurento que era impossível não reparar. Crescer num sítio pequeno aproxima as pessoas e ao longo do anos tivémos vários amigos em comum. Entre nós, pouco mais houve do que uma amizade, vivida entre encontros e desencontros. Em 2010 a vida juntou-nos novamente. Recordo as mensagens, os emails diários e os programas que íamos fazendo juntos. Não sei por que não me apaixonei pelo António neste nosso quase-romance. Sempre gostei dele, sempre lhe tive um carinho enorme e uma amizade sincera mas quis o destino que tal não acontecesse. Nos dias que antecederam a minha mudança para Londres, o António insistiu em ver-me, o que não chegou a acontecer. No Sábado o António partiu. Deixou muitos amigos e uma família destroçada. Mas deixou-nos também o seu sorriso doce – referido por tantos – e a alegria de nos termos cruzado com ele na sua curta vida. Deixará também uma saudade para sempre que, a seu tempo, ultrapassará este peso no coração.

Um beijo enorme para ti, António. Onde quer que estejas.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s